Beijo, abraço ou aperto de mão?

Quem vê a contagem regressiva até pensa: "Ela deve estar super animada!". Errou. O que eu estou sentindo? Não faço a menor ideia. Acho que nada, ainda, além de um enorme carinho pela minha Host Family. Não tenho mais a euforia de um ano atrás, nem a ganância de fazer os dias correrem. Vontade de correr a Europa, talvez um pouco. Vontade, mas não ansiedade. Não tenho mesmo. Há dias que eu quero ficar, que bate um preguiça de viver o novo. Vou vivendo como se nada tivesse acontecido. Como se meus planos não passassem do papel ou da minha imaginação. O frio na barriga só vai acontecer quando o avião decolar? Essa não é a Indila que eu conheço...


Medo da recepção. Ai, que medo do dia 4 de janeiro que estou! É sempre awkward quando eu conheço alguém pela primeira vez, principalmente quando mantivemos conversas antes. É o contato físico que me assusta. Devo cumprimenta-los com dois beijinhos? Não, isso é coisa de Brasileiros... ou melhor, Cariocas. E que tal um abraço caloroso? - "Mas nossa que menina pegajosa, já nos agarrando assim", eles podem pensar e se zangar. Ok, um aperto de mão para começar. E assim ser frio como eles... Todo mundo que me questiona porque eu me preocupo com isso. Acontece tanto aqui, que pelo menos desta vez eu queria poder fazer o certo.

Já não faço mais planos, isso eu aprendi. Pra que, se metade deles foram esquecidos e perdidos? É sério, já não me lembro da maioria deles. No dia 3/1 meu ano - literalmente - novo começa, e desta vez vou viver o momento. Claro que não consigo viver assim, com o foda-se ligado, até porque não seria eu... Mas nada de grandes planos. Vamos vivendo, conhecendo as pessoas e se divertindo. Mamãe já disse: "Se não se adaptar, volta!". Falou, ta falado!

Ontem fui ao psiquiatra pedir um remedinho para dormir no avião. 11h acordada não dá, nem mesmo com o lindo livro que eu ganhei de presente do Thiago. Minha mãe foi comigo, porque meu dia foi tão intenso que pra sair de casa só arrastada. Ela me parece mais nervosa do que eu. Certamente, já que estou tranquila. Não me perguntem o nome do remédio, porque já esqueci, mas não é nada forte. Metade da metade que vou tomar, algo assim. Só quero dormir bem e chegar 'descansada'.

Ainda esqueci de comentar muitas coisas. Volto assim que lembrar.

Faltam 5 dias.

One Response so far.

  1. vc n eh a unica que se preocupa com isso..
    ja passei um bom tempo pensando oqq eu faço qnd encontrar meus hosts no aeroporto o.0

Leave a Reply