That's what I need, Mom!

Como eu já tinha contado pra vocês, minha familia não apoia o intercâmbio (seja ele qual for), por motivos óbvios de familia protetora: medo. Enfim, eu venho tentando convencê-los aos pouquinhos, falando uma coisinha aqui, outra acolá. Quando o fascínio por intercâmbio ficou mais forte, AP era a minha primeira opção. Contei pra familia toda, mostrei folhetos, falei dos blogs de vocês e tudo mais. Depois que conheci o Camp Summer e decidi mudar, minha mãe ficou uma fera! Reclamou horrores, perguntando o que tinha acontecido com as familys, onde eu iria dormir lá, e dizendo que num acampamento eu não ganharia experiência nenhuma na minha área (verdade) entre outras coisas, afim de me fazer desistir, claro! Na maioria das vezes ela me faz pensar, mas não desistir. Logo depois da confirmação do cancelamento do Camp e a minha volta para o plano A, não toquei mais no assunto. Comentei, entre um papo e outro, com a minha mãe que não teria mais esse programa e que agora eu não sabia mais o que fazer ano que vem. Falei sobre planos para faculdade e tudo mais, e ali morreu o assunto.


Porém ontem, pequenos acontecimentos me deixaram cheia de esperança! Minha mãe e eu não nos damos muito bem, na TPM então... rs. Ontem, calhou das duas estarem de bom humor, e quando isso acontece o papo rende! Esses dias são as oportunidades que tenho pra falar tudo o que preciso, pq em geral a gente sempre descorda. E não é que ontem ela me pareceu super a favor!? Como ela é professora e trabalha com eventos sociais em um grande empresa, pedi (denovo) que ela me chamasse para os próximos eventos infantis que tiverem por lá, e ela e diz: "Quer tirar foto com as crianças, né?". Até me surpreendi com este comentário! Comecei a contar a ela de que maneira funciona a experiência com kids, que alguém tem de assinar o APP e tudo mais, e ela me vira e diz: "Eu assino pra você." WHAT? ASSINA PRA MIM, COMO ASSIM? Em vez do escandalo, eu so disse que ela não poderia por ser minha mãe, mesmo sobrenome e tudo mais, e ela continua: "Ah, a fulana (amiga de trabalho) assina pra você." Se vocês conhecessem minha mãe iam instantaneamente imaginar a cara que eu fiz, HAHAHAHA. E a felicidade? Ter 1% do apoio da minha mãe vale muiiiito pra mim! Por mais que eu tenha tudo para ir agora, não ficaria 100% segura de ir com ela descordando. A gente briga, mal se fala, mas não adianta... é mãe! Espero que ela mantenha essa vibe positiva e passe um pouco pra minha avó!

Então é essa a dica que eu deixo pra quem está na mesma situação. Tente evitar falar no assunto o tempo inteiro. Eu sei que é difícil, e eu como a maioria de vocês também estou muito animada e não paro de pensar no assunto. Mas é bom evitar, levando em conta que a pessoa em questão não gosta dessa idéia tanto quanto você. Mostre para sua familia que você esta por dentro do programa. Diga a eles que conversa com outras meninas, que lê os nossos blogs, que já sabe as agências que trabalham com o intercâmbio (é importante citar o nome das empresas, caso eles queiram buscar informações nas agências), entre outras informações que você tiver. E vá com calma, começa fazendo só uns comentários. Essa é a minha 'estratégia', espero que sirva para vocês. E para os momentos de euforia, faça amizade com meninas que são e/ou serão Au Pairs. Com ela você pode tirar todas suas dúvidas, ter apoio, e pirar o quanto quiser!

Sábado ainda está marcado, vou passar la na ONG que falei pra vocês no post anterior. Meu namorado disse que vai comigo, oba!

Uau, quantas novas seguidoras! Sejam bem vindas meninas, e boa sorte no processo de vocês, que deve estar bem mais evoluido que o meu. Obrigada por lerem e comentarem!

Beijos,
Indila

10 Responses so far.

  1. Graças a Deus tive sempre o apoio da minha mãe. Assim... ela não falava nada contra pelo menos.. Mas tbm não acreditava q eu conseguiria. Mas agora... aos 40 do 2º tempo até que ela tá me ajudando!!! =D
    Agora... com o namorado foi beeem diferente!! A gente brigava mtoo no começo do nosso namoro por causa dessa minha vontade de fazer intercâmbio. E eu fiz a mesma coisa que vc. Fiquei sem tocar no assunto por quase 1 ano... Depois ele mesmo veio falar comigo sobre o assunto e me incentivou!! Quase um milagre!!! hahaha

    Bjão Indila!!

  2. Oie Indila
    Minha mãe tbm, não qria de jeito nenhum, mas depois q eu sai de casa uma vez ela ta me apoiando agora rsrs...
    Adorei teu blog!
    Tô te seguindo nessa aventura,
    Bjim

  3. Ingridy says:

    Oi Indila! Primeiro queria te agradecer por ter passado no meu blog e comentado. Muito obrigada, flor! E como meu processo não tá lá essas coisas também não, tomara que consigamos ir na mesma época, né?
    Sobre o seu post, poxa, é uma barra quando nossos pais não nos apoiam! Parece que as coisas ficam mais difíceis sem o apoio deles. Ainda mais pra alguém que não trabalha, como eu. E dessa forma, não poderei ser Au Pair...
    Mas graças à Deus agora que fiz 18 anos, minha mãe está deixando mais eu fazer as coisas. Meu pai é que não gosta muito da idéia não só pelo país (ele detesta os EUA) mas também pelo tempo desse intercâmbio (imagine se eu dissesse então que minha pretensão não é de ficar 1 ano, e sim 2!? Ele me acorrentava em casa! rsrs), mas eu já disse que vou nem que ele coloque um exército na minha frente!!! Então ele meio que engoliu e agora vai pagar a minha habilitação. Tô só esperando o bonito mandar um dinheiro que eu vou dar de entrada na auto-escola pra parcelar o resto do valor e as parcelas ficarem menores, pra eu poder ir lá correndo fazer minha inscrição e começar a tirar a CNH! Mas é um parto né? É um atraso de vida esperar por isso! rs
    Eu também não fico tocando no assunto todo tempo aqui em casa. Minha mãe já sabe tudo o que ela precisa saber sobre o programa. Já foi na agência comigo também. Eu só falo com ela sobre os assuntos do processo que eu tô passando atualmente, que é a experiência e no caso também a habilitação agora. (foi ela que foi na auto-escola saber o preço e tudo mais! eu já tinha visto e falado pra ela, mas ela disse que ia mesmo assim e foi! rs)

    Então é isso. Tomara que a sua mãe te apóie nesse intercâmbio, e que isso seja uma forma de aproximar vocês duas cada vez mais! Beijão! Boa sorte :D*

  4. Aos pouquinhos sua mãe vai ceder e te apoiar! =]
    Quanto ao meu pai, acho que isso nunca vai acontecer hauhua! Ele fica até roxo de raiva quando eu toco no assunto!
    Vou de Aerosmith hein? hehe : "Dream on! Dream until your dream comes true!"

  5. noelemelo says:

    Olá Indi, vou te seguir ok?
    Cara, o que você tá passando/passou com a não aprovação da minha mãe, foi exatamente a mesma coisa que passei com a minha (qnd tiver um tempinho, lê meu primeiro post), e foi assim, com jeitinho que consegui convence-la, até consegui levar ela nas agencias e JUNTAS escolhermos uma *-*
    Eu até tinha desistido qnd ela ainda nao tinha aceitado, foi o que você disse, não dá pra ficar 100% segura qnd não tem o apoio da mãe..
    Mais com calma e com jeito, a gente sempree consegue convence-las..

    Boa sorte pra você, e quem sabe não embarcamos juntas *-* rs

    Beijos

  6. Augusta says:

    Ola!
    Menina, esse negocio de familia ser contra e normal... Quem disse que nossas maes querem tirar a gente de debaixo da asa?! hehe
    Mas se e isso mesmo que voce quer nao desista, viu so como as coisas estao melhorando?!
    Uma hora nossos pais se conformam com o fato de nos crescermos!

    Boa sorte!

    Beijo...

  7. Monisa says:

    No comeco eh sempre assim. Minha familia mais colocava medo do que apoiava. Com 21 eu ja trabalhava ... e ate que um belo dia passei na agencia e fechei assim o contrato e quando eu cheguei em casa eu falei ... E ainda inventei q nao tinha como cancelar se nao iria pagar uma multa ... isso foi em 2007 ... fui au pair de 2008 2009 com a mesma familia ... eu ainda moro nos EUA. Fui muito feliz enquanto au pair e mais feliz ainda depois da experiencia. Sua familia vai acostumar com a ideia e na verdade no final ainda ficam super orgulhosos pela sua coragem.

  8. * Nay * says:

    OOoiii
    Olha, tbm já escrevi um post em relação à minha mãe.
    Ela tbm não curte 100% a ideia, mããããs...
    nunca se sabe né?
    a opinião delas é mto mto válida.

    Beijão pra vc!

  9. BiBi says:

    Aaahh mas no inicio eh sempre um BAQUE née?? as maes ficamm mtooo doidass e nervosas.. mas depois vao se acalmando e gostando da ideia..
    O 1º passo foi dado.. essse 1% jajá vira 5%... 10%... 50% e depoisss estará apoiandooo tuddoo!
    Estou torcendoo por vcc
    =]
    BJAAOOOOOOOOO

  10. Parabeeeeeins Indila ! Seu post me ajudo bastante, lendo os coments sei que eu não sou a unica nessa situação, obrigada gente !

Leave a Reply